Prefeita de Bom Jesus fica refém de assaltantes em sua própria residência

branca1-300x179Quatro elementos armados e encapuzados invadiram a residência da prefeita Branca Motta, no bairro Santa Terezinha, Bom Jesus do Itabapoana, durante a noite de sábado (20), e um quinto elemento teria dado cobertura.

De acordo com informações da polícia, os assaltantes teriam pulado o muro dos fundos da casa e rendido toda a família. A ação teria durado cerca de meia hora e os suspeitos fugiram, levando celulares, joias, roupas, além de pouco mais de R$ 200,00 em dinheiro.

Em sua página pessoal no Facebook, Branca deu detalhes do crime:

– Foi um desses dias na vida que vamos demorar a esquecer. Vivemos 30 minutos de terror dentro de nossa casa. Por volta das 20h40min, quatro bandidos invadiram nossa casa onde estávamos todos na cozinha. Exaltados, encapuzados, fizeram muitas ameaças de morte. Fomos todos separados e eu fui levada ate meu quarto por um dos bandidos, somente me mandou ajoelhar e entregar pertences, e Miguel (marido) e toda a família, foram presos num cômodo, ficando um bandido armado vigiando. Neste momento, um tiro foi disparado bem próximo a minha cabeça, e eu somente imaginava o pior. A todo tempo, eu rezava e entregava aquelas pessoas nas mãos de Deus. Com o tiro, alguns bandidos se assustaram e fugiram – destaca a prefeita.

Minutos depois a polícia foi acionada e acabou localizando os menores B.F.S. e L.C.C.S., ambos de 16 anos e moradores de Bom Jesus do Itabapoana, que confessaram a participação no assalto e indicaram outros três elementos que estão sendo procurados. Um deles seria E. C. também morador do mesmo bairro da prefeita, mas que segue foragido. Os demais seriam do Rio de Janeiro e ainda não foram identificados.

O caso foi registrado na 139ª Delegacia Legal de Porciúncula, onde os menores acompanhados pelos responsáveis foram autuados pelo delegado Uilian Costa. Branca Motta, também falou sobre a eficiência das forças policiais, destacando a rapidez na elucidação do crime e a detenção dos suspeitos.

– Depois do assalto, começava uma busca implacável feita pela Policia Civil e Militar de Bom Jesus, a quem agradecemos toda atenção e apoio que nos foi dado. Em menos de duas horas, já estavam capturados. O mais importante disso tudo e que nossa família está inteira, intacta e confiante cada vez mais em Deus. Não temos dúvida que foi por Ele, que algo mais grave não aconteceu. Aos bravos policiais, nosso respeito e admiração. Aos amigos que durante todo dia manifestaram apoio, nossos sinceros agradecimentos – finalizou Branca Motta.

Por itaperunanews.com.br (Parceiro PortalClick)

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *